28 de março

Jesus Responde às Nossas Orações

Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. Mateus 6:6.

"Quando Jesus sugere o quarto, Ele Se refere à privacidade. Pode ser seu carro ou o quintal da casa – ou uma caminhada pela rua vazia, sob as estrelas. Mas deve ser um lugar onde esteja só você com Deus, onde esteja quieto e não haja interrupção." – Neil Wyrick Jr., These Times, julho de 1967, pág. 12. Um lugar onde você possa "fechar a porta", isto é, afastar as distrações.

Ao entrar em contato com Deus, lembre-se de que a oração, para ser eficaz, deve ser um contato sem impedimentos com nosso Salvador. A oração nos leva a considerar nossa vida de uma forma nova. As pessoas que oram são diferentes das que não oram. Você se parece com as companhias que escolhe, e se essa companhia é Jesus, tem de fazer alguma diferença.

Paulo nos instrui a orar "em todo tempo" (Efés. 6:18). Como posso ficar orando "em todo tempo"? O que as pessoas pensariam de mim se me vissem ajoelhado e orando o tempo todo? Entrar no quarto e fechar a porta significa que devemos conservar-nos num estado mental de oração. Enquanto dirijo o carro, comunico-me freqüentemente com Deus. Todas as manhãs, ao acordar, a primeira coisa que faço é falar com meu Salvador e agradecer-Lhe o bom repouso da noite que Ele me deu. Digo-Lhe que sou dEle para aquele dia e peço que me use, se quiser. O dia transcorre muito melhor para mim quando estou em contato com o Céu.

Se você seguir a instrução de Jesus de fechar-se na sua mente para orar, Ele promete: "teu Pai, que vê em secreto, te recompensará". Um dos ouvintes de A Voz da Profecia escreveu seu testemunho do poder de Deus como resultado da oração: "Vocês desejarão louvar a Deus comigo, porque Ele respondeu às nossas orações por minha filha após seis anos. Ela me mandou uma carta pedindo perdão pelas mágoas que havia causado, dizendo que tinha encontrado a Deus. Foi quase como ouvi-la falando da sepultura. Agradeço e louvo a Deus por Sua resposta às nossas orações." Não é uma ótima notícia que Deus, nosso Pai, e Jesus, nosso Salvador, respondem às nossas orações? – HMSR


29 de março

Continue Batendo

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Mateus 7:7.

Em seu livro Prevailing Prayer, Dwight L. Moody conta de um estudante que perguntou ao seu professor: "Por que tantas orações ficam sem resposta? Não entendo. A Bíblia diz: ‘Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á’. Mas me parece que muitos batem e não são recebidos."

"Você alguma vez já não esteve sentado junto à lareira", respondeu o professor, "numa noite escura, e ouviu uma batida à porta? Ao abri-la, e olhar para as trevas lá fora, já não aconteceu de não haver ninguém, e de ter ouvido só os passos apressados de algum garoto travesso que bateu mas não tinha intenção de entrar e por isso saiu correndo? Assim acontece freqüentemente conosco. Pedimos bênçãos, mas não as esperamos realmente; batemos, porém não pretendemos entrar; tememos que Jesus não nos ouça, não cumpra Suas promessas, não nos receba; e assim vamos embora."

"Ah, entendi!", exclamou o jovem, com olhos brilhantes diante da nova compreensão. "Não se pode esperar que Jesus atenda batidas de alguém que sai correndo. Ele nunca prometeu isso. Devo continuar batendo, batendo, até que não Lhe reste outra alternativa senão abrir a porta!"

Se a resposta a alguma oração não chega, procure descobrir a razão. Pergunte a si mesmo: Há algo na minha vida que não deveria existir?

Muitos anos atrás, li este conselho dado por Neil Wyrick, na revista These Times: "Quando a oração é o que deve ser, será uma ocasião de auto-exame, bem como de um exame por parte de Deus. Não temos tempo de ser vagos em nossas orações particulares. ... Não faça vagos pronunciamentos acerca do amor, enquanto não tiver orado especificamente para que Ele corrija seu falso orgulho e preconceito. Mencione as pessoas por nome. Mencione o nome dos lugares. Dê nome aos eventos. Escave o dia de ontem, se você ainda não se arrependeu. Limpe a lousa, mas coloque tudo na lousa. Se o que você sente é gratidão, soletre-a." – Julho de 1967, págs. 12 e 13. Jesus Se importa com você. Então, continue batendo! – HMSR


30 de março

Que Tipo de Homem é Esse?

De repente, uma violenta tempestade abateu-se sobre o mar, de forma que as ondas inundavam o barco. Jesus, porém, dormia. Os discípulos foram acordá-Lo, clamando: "Senhor, salva-nos! Vamos morrer!" ... Então Ele Se levantou e repreendeu os ventos e o mar, e fez-se completa bonança. Os homens ficaram perplexos e perguntaram: "Quem é Este que até os ventos e o mar Lhe obedecem?" Mateus 8:24-27, NVI.

"Quem é Este?" Ele é um homem semelhante a nós, mas também muito diferente de nós. Como nós, ficou cansado e precisou dormir. Mas, diferente de nós, falou e acalmou uma "violenta tempestade". Como nós, nasceu de Sua mãe como bebê; mas, diferente de nós, não teve pai humano, sendo o "Unigênito de Deus" (João 3:16, NVI). Como nós, sentiu fome; mas, diferente de nós, pôde alimentar quatro mil com sete pães (Mar. 8:1-11). Como nós, "em tudo foi tentado"; mas, diferente de nós, "sem pecado" (Heb. 4:15). Embora pessoas que deveriam saber das coisas O houvessem maltratado, diferente de nós "Ele não abriu a Sua boca" (Isa. 53:7). Como nós, deveria morrer; mas, diferente de nós, não morreu por Si (Dan. 9:26), mas pelos pecados do mundo todo (II Cor. 5:21). Como nós, precisou ser sepultado; diferente de nós, saiu do sepulcro ao terceiro dia (Luc. 24:1-6) e anunciou: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em Mim, ainda que morra, viverá." João 11:25, NVI.

"Quem é Este?" O tipo de Homem que viveu, morreu e ressurgiu para dar vida eterna a nós e a todos quantos nEle crêem. O tipo de Homem que pôde salvar Tiago e João, "os filhos do Trovão" (Mar. 3:17). O tipo de Homem que pôde perdoar até mesmo os que O mataram (Luc. 23:34) e perdoar e salvar o endurecido criminoso na cruz ao Seu lado (versos 40-43). E o tipo de Homem que ainda salva a todos quantos nEle depositam fé – independentemente de quão pecadores sejam (João 3:16).

"Quem é Este?" Ou seja, como difere Ele de nós? A antítese entre Jesus e nós me leva a perguntar: Que tipo de pessoa sou eu? Arrisca-se você a fazer essa pergunta hoje e então, seja qual for a resposta, agradecer por Jesus ter vindo a este mundo para salvá-lo e recriá-lo para ser como Ele? – DRG


31 de março

Venha Ver! Vá Contar!

Vinde ver onde Ele jazia. Ide, pois, depressa e dizei aos Seus discípulos que Ele ressuscitou dos mortos. Mateus 28:6 e 7.

Junto com Maria e as outras mulheres, chegamos cedo na manhã do primeiro dia da semana ao sepulcro no jardim. Ali o anjo diz: "Vinde ver onde Ele jazia." Façamos silêncio agora, ao nos aproximarmos da tumba do maior de todos os homens – o lugar de repouso do Filho do homem, o restaurador de nossa raça, Aquele que venceu a morte e o inferno. As pessoas viajam centenas de quilômetros para ver a sepultura de algum grande poeta ou soldado, mas onde pode o cristão ir para encontrar a tumba de alguém tão famoso quanto Jesus?

É a tumba do seu melhor Amigo. Muitos vão às sepulturas de entes queridos para chorar e recordar dias passados. Depositam flores sobre os sepulcros ou se sentam na grama junto à sepultura de um pai, uma mãe ou um cônjuge. Agora estamos diante do sepulcro dAquele que "é mais chegado que um irmão" (Prov. 18:24), que amou você o suficiente para morrer em seu lugar.

Vá junto com aquelas devotas mulheres ver o lugar, a pedido do anjo. A tumba está limpa e aromatizada. Nela não há nenhum corpo em decomposição. Jesus foi o primeiro a ser ali sepultado, e Seu corpo não experimentou corrupção (Atos 2:31). Pare um momento nesse quieto e repousante local de meditação. Temos estado tão ocupados! Você pode ser viajante, executivo, cientista, pai de família. Seja quem você for, necessita aquietar-se e pensar nas coisas celestiais; para tanto, obedeça à voz do anjo e veja "onde Ele jazia". Examine a tumba vazia. Medite em seu significado. Jesus "ressuscitou dos mortos". Esse fato oferece esperança de vida após a morte para nós e toda a raça humana.

Note especialmente que o anjo não disse apenas: "Vinde ver", mas também: "Ide e dizei". Vá hoje, portanto, e conte a seus colegas de trabalho, ao caixa do supermercado e a seu companheiro de ônibus as boas-novas da tumba vazia. – HMSR


 

1º de abril

Jesus Cuidará de Você

Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei. Mateus 11:28.

Quando Jim tinha apenas 8 anos de idade, seu pai lhe disse:

– Você agora tem idade suficiente para comprar suas roupas.

Enquanto Jim remexia os artelhos, lembrou-se de que seus sapatos tinham um buraco em cada sola.

– Papai, o senhor não me compra só mais um par?

– Não, Jim – respondeu o pai. – Agora você vai começar a conquistar todas essas coisas por si. Você vai achar um jeito.

O pai de Jim acreditava que devia ensinar autoconfiança a seus filhos. Ele era pastor em tempo parcial, bem como um fazendeiro não muito bem-sucedido no Missouri, o qual repetia para sua família a importância da honestidade, tolerância e do viver em harmonia com a regra áurea.

Quando Jim era adolescente, seu pai foi de maneira injusta solicitado a renunciar ao pastorado, e isso afetou Jim profundamente. Ele não freqüentou mais a igreja até chegar à meia-idade, quando então aceitou a Cristo e se batizou como resultado de uma experiência no Sanatório de Battle Creek. A essa altura, Jim Penney era multimilionário, como fundador das lojas Golden Rule [Regra Áurea], posteriormente Lojas J. C. Penney. Ele foi internado no sanatório durante os anos da Grande Depressão, como homem falido, pois tinha perdido a maior parte de sua fortuna e estava à beira de um esgotamento nervoso.

Sentindo-se impotente, desalentado e abandonado, ouviu pessoas cantando: "Sentes-te aflito, opresso em dor? Deus cuidará de ti." Com passos trôpegos, subiu a escada até o piso do mezanino, onde os funcionários do sanatório se reuniam para o culto devocional, e sentou-se pesadamente num assento nos fundos da sala. Depois do hino, o líder leu estas palavas de Jesus: "Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei." Naquele momento, Penney entregou o coração a Jesus e foi miraculosamente curado. Mais tarde ele contou o milagre ocorrido em seu coração: "Saí daquela sala como um homem diferente, renovado. Entrei curvado, com paralisia do espírito, completamente à deriva. Saí com uma arrebatadora sensação de alívio, passando de uma escravidão de quem se aproxima da morte para a pulsação de um viver útil. Eu havia tido um vislumbre de Deus." – Fifty Years With the Golden Rule (Nova Iorque: Harper & Brothers Pub., 1950), pág. 159. Se você se sente sozinho, desanimado ou triste, pode também descobrir a paz e o conforto que Jesus oferece aos que recorrem a Ele. Você precisa tão-somente abrir-Lhe o coração, agora mesmo. – DRG


2 de abril

Ouça a Jesus

Uma nuvem luminosa os envolveu; e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia: Este é o Meu Filho amado, em Quem Me comprazo; a Ele ouvi. Mateus 17:5.

A Fazenda Knott’s Berry, na Califórnia, tem uma capelinha na qual se pode captar um lampejo da grandiosidade do Cristo vivo. Um grupo irrequieto, envolvido em conversas, entra na capela. Quando o lugar se enche, as luzes começam a esmaecer gradualmente, até a escuridão completa. Uma porta dupla se abre diante do auditório, revelando uma luz fraca. Uma figura difusa, vestida de branco, aparece com os braços estendidos. Ouve-se música de fundo, enquanto uma voz narra uma antiga descrição de Jesus. Pouco a pouco, a figura começa a resplandecer com brilho fosforescente. Então, de súbito, a sua intensidade aumenta até que Jesus ali surge com toda a Sua glória. Uma voz mansa repete com intenso sentimento: "E [Jesus] foi transfigurado diante deles; o Seu rosto resplandecia como o sol, e as Suas vestes tornaram-se brancas como a luz." Mat. 17:2. A luz desaparece e as portas se fecham. O auditório está em silêncio – boquiaberto!

Se uma simples representação humana da Transfiguração pode causar impacto sobre um auditório, qual deve ter sido o efeito sobre Pedro, Tiago e João, quando viram a cena com realismo vívido sobre o monte? Devem ter sido grandemente tranqüilizados ao ouvir o Pai anunciando: "Este é o Meu Filho amado, em Quem Me comprazo; a Ele ouvi."

Aqui está o testemunho do Pai diante da pessoa de Seu Filho, e um endosso de Sua autoridade para ensinar. "A Ele ouvi!" O Pai chama os enfermos que sofrem dor para ouvir – Jesus é o grande Médico. Deus convoca os aflitos, frustrados e atormentados a ouvir – o Mestre é a nossa paz. O Pai celeste convida os espiritualmente famintos a ouvir – Cristo é o pão da vida. A voz celestial pede que aqueles que procuram o conhecimento ouçam – Cristo é a luz do mundo. E o Pai solicita que os enlutados e tristes ouçam – Jesus é o doador da vida.

Seja qual for sua necessidade, seu problema, seu sofrimento, a causa de sua indecisão ou a razão do peso no seu coração, o Pai deseja que você ouça a Jesus. Escute Jesus! Ele pode resolver e resolverá qualquer coisa que o esteja perturbando. – DRG


3 de abril

Notícia Fabulosa

Porque o Filho do homem veio salvar o que estava perdido. Mateus 18:11.

Pense no que significaria estar perdido por ocasião da volta de Jesus.

O drama dos perdidos impressionou minha mente quando certa vez perguntei a um membro da igreja: "Como você se tornou cristão?"

"Vou contar", disse o Sr. Lomax. "Fui ao deserto de Mojave para caçar um pouco. Depois de uma dificuldade considerável para encontrar um local onde me hospedar, achei que tinha acertado ‘na mosca’ ao descobrir um lugar cujo proprietário se ofereceu para caçar comigo naquela mesma tarde.

"Separamo-nos um do outro. Depois de um bom tempo chamei, mas não obtive resposta. Então dei um tiro para cima. Finalmente fui na direção que imaginava ser a da casa, mas após algum tempo vi que tinha voltado ao mesmo lugar. Mais uma vez tomei o rumo que julgava estar certo e novamente acabei no ponto de onde tinha saído."

"A noite começou a cair", continuou o Sr. Lomax. "Se o senhor esteve no deserto de Mojave só durante o calor do dia, pode não ter percebido que durante os meses de inverno a temperatura chega a cair abaixo de zero à noite. Assim, meu temor aumentou com o ocaso do sol. Um vento frio começou a soprar sobre as quentes areias do deserto. Fiquei com medo de morrer congelado. Os coiotes começaram a uivar e entrei em pânico."

A essa altura da história, o Sr. Lomax pigarreou, ficou com os olhos lacrimejantes e sua voz tremeu enquanto ele dizia: "Sabe, é uma coisa terrível estar perdido! Decidi ali mesmo, naquele momento, entregar meu coração a Jesus."

Quão gratos podemos ser porque "o Filho do homem veio salvar o que estava perdido." É uma coisa horrível estar perdido, mas é uma coisa gloriosa encontrar a salvação.

Encontrar a salvação é uma notícia fabulosa, porque significa que não mais somos escravos de Satanás. Somos livres em Cristo. E a culpa do pecado cessa de atormentar-nos, pois Cristo nos perdoa e Se torna a nossa segurança. Jesus não só nos procura até encontrar-nos, mas nos declara justos e nos garante uma vida feliz aqui e a vida eterna numa terra de novos começos. Qual é a sua resposta a um Salvador que o procurou até encontrá-lo e lhe deu uma vida satisfatória, bem como a promessa de existência eterna? – DRG

RETORNAR