Make your own free website on Tripod.com

   O Livrinho de João – Apoc. 10:8-11

 

No início do capítulo 10 do apocalipse, João vê um Anjo diferente que bem poderia ser O próprio Jesus, pois “brilhava como sol” (veja a sua descrição em Apoc. 1:13-16, cf. Mat. 17:2); “o Anjo que me redimiu” (Gên. 48:16 - Jacó) e “o Mensageiro do concerto” (Mal. 3:1 – Cristo), são descrições para Jesus e o Seu Arco sempre brilhando (cf. Apoc. 4:3) também O confirma. A “nuvem”, também é um sinal da divina presença, pois “nuvens e glória” cobriram-nO no Sinai. O Salmista confirma: “Faz das nuvens o Seu carro” (Sal. 104:3).

E, o fato do Anjo manter um pé na terra e o outro no mar, demonstra que Sua mensagem é de âmbito mundial. Portanto, João está profetizando sobre um movimento mundial...

Mas, a compreensão deste capítulo (contexto) do apocalipse, necessariamente passa pelo livro de Daniel. A linguagem usada por João, sugere que o “livrinho” – não o Grande Livro de Deus – não estivera sempre aberto e consultando a Bíblia temos a profecia de Daniel, dada pelo Anjo do Senhor e que dissera: “Tu, porém, Daniel, encerra as palavras e sela o livro, até ao tempo do fim...” Daniel 12.4 Que tempo do fim? Do fim dos 2.300 dias/ano cf Num.14:34.

Cristo, no início de seu ministério terrestre, disse: “o tempo está cumprido”.  E, cabalmente Ele veio para cumprir a profecia, ou seja, a profecia das setenta semanas contida na profecia maior que O indicava como O “purificador” do Santuário  Celeste...

Interessante notar, que os mestres judeus, nos dias de hoje, continuam a “amaldiçoar” os que tentam averiguar a cronologia desta profecia, justamente por confirmar a divindade e messianidade de Jesus...

Mas afinal, o que aconteceu no fim dos 2.300 anos? Em 1.844, já que o seu início foi o ano do decreto para a reconstrução de Jerusalém (457 a.C – cf. Esdras 7:11-26), o nosso Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, assumiu a responsabilidade da remissão, abriu os livros e iniciou a fase final do Seu ministério – Apoc. 5 - o Juízo Investigativo onde todos os santos estão sendo selados  para a grande colheita...

Com o fim da supremacia papal (1.798), o caminho para a compreensão da profecia de Daniel estava aberta, já que esteve “selada” até ao “tempo do fim”. Dan.12:4. Homens perseverantes desvendaram praticamente toda a profecia... Concluíram que a Terra seria purificada com a volta de Cristo. Não percebendo o seu erro de interpretação, sofreram grande decepção daquele fim   de 1.844...  E, através de João, Cristo os advertia sobre esta “amarga” decepção, apesar da mensagem ter sido saborosamente “doce”.

Mas, no fim do capítulo 10 do apocalipse, temos a principal e alentadora mensagem: : É necessário que ainda profetizes a respeito de muitos povos, nações, línguas e reis.  E como aqueles discípulos que finalmente compreenderam as escrituras – Luc. 24:45 –  agora estes santos homens, tornam o seu desapontamento em grande benção... Surge a Igreja Adventista do Sétimo Dia, ricamente abençoada, a divulgar a todos, o REDENTOR e o Seu Evangelho Eterno... Apoc. 14:6

RETORNAR